Depressão: O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

O que é

Ao contrário do que muitos ainda pensam, a depressão é uma condição médica, uma doença que altera de forma negativa a maneira como a pessoa pensa, sente e age. Com isso  ela traz uma série de comprometimentos na vida cotidiana.

Estima-se que há mais de 300 milhões de pessoas com depressão no mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), nas Américas, o Brasil ocupa o posto de 2° país com maior número de pessoas com depressão, perdendo apenas para o EUA.

Sintomas

O quadro depressivo por pode ser caracterizado quando pelo menos 5 desses sintomas estão presentes em um período de no mínimo 2 semanas seguidas:

1 – Humor deprimido (a pessoa se sente “pra baixo”, chorosa, triste, sensação de vazio…)

2 – Perda de prazer (não sente prazer em fazer atividades que anteriormente gostava, como praticar um hobbie ou um esporte)

3 – Perda ou ganho de peso significativo (sem que esteja envolvido em nenhuma dieta)

4 – Insônia ou aumento do sono quase todos os dias

5 – Agitação ou retardo psicomotor (movimentos mais lentos)

6 – Fadiga ou perda de energia

7 – Sentimentos de inutilidade ou culpa excessiva (ainda que não haja qualquer razão lógica para sentir-se culpado

8 – Dificuldade de concentração

9 – Pensamentos recorrentes de morte

Tristeza x Depressão

O sentimento de tristeza é uma característica marcante no estado depressivo, porém é preciso deixar claro que a tristeza em si não é sinônimo de pressão. A tristeza é um sentimento natural que todos nós experimentamos várias vezes ao longo da vida.

A tristeza geralmente vem ocasionada por uma frustração ou uma perda: término de um relacionamento, perda do emprego, por saber que um ente querido está com uma doença grave, pode vir também diante da notícia de um desastre. O período da tristeza, ao contrário da depressão dura alguns dias.

Causas

Vários fatores  costumam estar relacionados ao desenvolvimento da depressão: 

1 – Eventos estressantes

quais os sintomas da depressao

Como por exemplo uma situação de divórcio, a perda de um familiar, o desemprego prolongado, a exaustão provocada  pelo trabalho em excesso, insônia, relacionamentos abusivos…

2 – Descobrir uma doença grave, com risco de morte, ou uma doença crônica

3 – Fatores Genéticos

Uma história familiar de depressão pode aumentar o risco. No entanto, ter um pai, mãe ou parente próximo com depressão não significa que você terá automaticamente a mesma experiência. As circunstâncias da vida e outros fatores pessoais ainda podem exercer uma influência importante.

3 – Abuso de álcool e drogas

quais os sintomas da depressao

Muitas vezes para tentar fugir de um estado de tristeza, a pessoa acaba “afogando suas mágoas” nas bebidas e drogas.

Vale ressaltar que o álcool é um depressor do sistema nervoso central, ou seja, seu uso aumenta os sintomas depressivos.

 Tratamento

O tratamento poderá ser medicamentoso (neste caso sempre com prescrição médica) e  psicoterapêutico.

No campo da psicoterapia a TCC (Terapia Cognitivo Comportamental ) tem mostrado grande eficácia

visa ajudá-lo a compreender seus pensamentos e comportamento, e como eles o afetam.

A TCC reconhece que os eventos do seu passado podem ter moldado você, mas se concentra principalmente em como você pode mudar a maneira como pensa, sente e se comporta no presente.

Ele ensina como superar pensamentos negativos – por exemplo, ser capaz de desafiar sentimentos sem esperança.

Procure Ajuda

Se os sintomas como tristeza, sensação de vazio, falta de energia, desânimo permanecerem por mais de 2 semanas procure ajude psicológica e médica.

Open chat
Olá! Aqui é o Vinícius. Em que posso te ajudar?